Manjariando
Manjariando
Compartilhando a simplicidade do Manjaro.
Jul 28, 2021 Jul 28, 2021 3 min de leitura

Instalando o Brave

thumbnail for this post

Recentemente o mantedor do Brave no repositório do Manjaro optou por não disponibilizar mais o pacote do navegador, nesse artigo vamos mostrar qual pacote da AUR você deve utilizar para evitar demoras no procedimento.

Quando o Brave foi removido dos repositórios do Manjaro, a maioria dos usuários tiveram problema ao atualizar o pacote proveniente da AUR. Já que o pacote brave de lá é compilado e necessita baixar quase 25gb de código para fazer isso, o grande vilão dessa história é o código do Chromium, ao qual o Brave é baseado.

Por causa de fatos assim, é importante que o usuário tenha o mínimo de conhecimento sobre o sistema, e saiba observar de onde vem a instalação/atualização de cada pacote. Se o usuário é daqueles que acredita que não pode desperdiçar o seu tempo para obter conhecimento sobre o sistema que utiliza, ao menos aguarde uns 2 dias para atualizar, já que provavelmente ele participará de algum grupo/fórum que mencionará quando acontecer problemas após uma instalação/atualização.

Voltando ao ponto da instalação, se o Brave só estiver disponível na AUR (o Pamac mostra de onde vem), é recomendado instalar o pacote brave-bin, pois esse utiliza binários pré-compilados e não irá demorar no processo de instalação. Agora se o Brave estiver disponível no repositório do Manjaro, provavelmente o pacote terá o nome sem o -bin, somente brave.

Instalação

Ajude o nosso repositório permanecer ativo e dar suporte para mais pacotes/programas, seja um apoiador.

Instalar via Repo Instalar via Snapcraft

Modo gráfico: procure o brave no Pamac, marque para instalar e clique em aplicar.

Marcar e aplicar a instalação.
Dependências opcionais.
Digitar a senha para a instalação.
Confirmar a instalação.
Clique na seta ao lado de Aplicar para acompanhar a instalação.
Progresso e conclusão da instalação.

Terminal: utilize um dos comandos abaixo conforme sua preferência.


Pamac

pamac install brave-browser

sudo snap install brave

Pamac

pamac build brave-bin

Se você acessa seu banco através do navegador, e principalmente os que necessitam do warsaw, desabilite a proteção do brave no site do seu banco e no site de configuração do warsaw. Talvez no futuro pode não ser necessário, mas alguns usuários tem reclamado do não funcionar no Brave e o culpado tem sido a proteção do navegador.

Recursos do Brave #

Recompensa #

O Brave possui um método de recompensa para seus usuários, conforme os usuários navegam, eles vão recebendo as suas moedas (BAT). Talvez o valor final e o processo para o resgate pode não valer apena para alguns usuários, mas os usuários podem utilizar essas moedas para fazer doações para o blog por exemplo. No momento que escrevemos essa artigo o blog ainda não pode receber essas doações, mas se você quiser contribuir, a nossa conta no Twitter já está aceitando doações com as moedinhas do Brave.

Para doar para um criador de conteúdo, ele precisa estar cadastrado para isso, e para saber disso basta clicar no ícone do Brave Rewards, ao lado do ícone do Brave Shields.

Anonimato #

O Brave já possui uma ferramenta própria para que você não seja rastreado, mas se você quer ainda mais anonimato, utilize a aba privada Tor do Brave. A aba privada Tor mantém o seu Ip oculto dos sites e utiliza o DuckDuckGo como mecanismo de pesquisa por padrão , mantendo uma maior privacidade para o usuário. Ao abrir uma aba privada Tor, verifique se a aba já está conectada com a rede Tor, para garantir o seu anonimato.

Aba Tor conectada

Aba Tor conectada

Você pode conferir todas as funcionalidades no site do Brave.


Caso algum programa que você goste ainda não tenha uma versão para Manjaro, por favor, escreva nos comentários o nome do programa que iremos procurar por algum equivalente ou, se possível a portabilidade para Manjaro, entraremos em contato com desenvolvedores.

Por favor, não deixe de compartilhar nas redes sociais as publicações deste blog, pois nosso incentivo para produzir um conteúdo bacana é saber que estamos ajudando pessoas a conhecer cada vez mais as funcionalidades dessa maravilhosa distro Linux.

Veja também

Acompanhe o blog

comments powered by Disqus