Manjariando
Manjariando
Compartilhando a simplicidade do Manjaro.
Jul 10, 2018 Aug 13, 2021 3 min de leitura

Warsaw finalmente está funcionando corretamente.

thumbnail for this post

Depois de tentar das melhores formas possíveis em achar uma correção para o pacote do warsaw que está disponível na AUR e não encontrar, comecei a estudar como fazer o warsaw funcionar sem que o usuário tivesse que fazer algum procedimento manual.

Há muito tempo foi encontrada uma maneira para que o pacote da AUR funcionasse, mais teria que se fazer algumas alterações que eu não “concordava” muito, e por esse motivo não fiz a postagem desse método aqui no blog.

No domingo dia 8 de julho resolvi tirar o dia para tentar achar uma maneira mais “correta” dos usuários conseguirem utilizar suas contas bancarias no Manjaro.

Após algumas horas tentando fazer o pacote da AUR funcionar, desisti dele e parti para a criação de um novo pacote do warsaw, após algumas tentativas eu consegui fazer que o warsaw funcionasse perfeitamente e na maioria dos bancos que é utilizado o warsaw.

Uma outra coisa que veio com esse novo pacote, é que a maioria dos navegadores mais utilizados funcionam com ele sem a necessidade de fazer qualquer outra alteração.

Atenção. #

Se você utiliza ou já utilizou o pacote warsaw e teve que fazer alguns procedimentos pelo terminal para que ele funcionasse, por favor rode o comando abaixo antes da instalação.

sudo chattr -a /usr/lib/warsaw/ && sudo pacman -Rs warsaw && sudo rm -rf /usr/lib/warsaw

Se você já possui o repositório do blog adicionado ao seu sistema, você pode conferir antes de instalar o pacote, quais os bancos e navegadores que o warsaw-bin está funcionando no momento (na descrição do pacote tem essas informações). Bloqueadores de anúncios podem interferir na detecção do módulo do warsaw pelos bancos, desative os bloqueadores e verifique se o problema é corrigido.

Um usuário na AUR relatou falha no Firefox, mas no Google Chrome funcionava normalmente, após ser informado sobre os bloqueadores de anúncio, tudo voltou ao normal, você pode conferir os comentário aqui.

Instalação

Ajude o nosso repositório permanecer ativo e dar suporte para mais pacotes/programas, seja um apoiador.

Instalar via Repo blog

Repositório do blog

Modo gráfico: procure o warsaw-bin no Pamac, marque para instalar e clique em aplicar.

Marcar e aplicar a instalação.
Dependências opcionais para o warsaw-bin.
Digitar a senha para a instalação.
Clique na seta ao lado de aplicar para acompanhar a instalação.
Progresso e conclusão da instalação.

Terminal: utilize um dos comandos abaixo conforme o seu gerenciador de pacotes preferido.


Pamac

pamac install warsaw-bin

Pamac

pamac build gtk2 warsaw-bin

Iniciar o serviço do warsaw. #
Só para quem instalou pela AUR
Pós instalação. #

Agora entre no site para fazer o diagnóstico, escolha o seu banco ou instituição e clique em continuar.

Escolha o banco e clique em Continuar.

Escolha o banco e clique em Continuar.

Clicar no local indicado para fazer a configuração.

Clicar no local indicado para fazer a configuração.

Se tudo ocorrer bem, você verá a mensagem abaixo.

Configuração bem sucedida.

Configuração bem sucedida.

Pronto, agora você não terá mais problemas com o acesso ao seu banco.

Desinstalar...

Se você encontrar quelquer problema ao utilizar o warsaw-bin, nos informe aqui nos comentários ou lá na AUR. Lembrando que na AUR é necessário informar o sistema que você estiver utilizando, assim facilita na descoberta do possível problema.


Caso algum programa que você goste ainda não tenha uma versão para Manjaro, por favor, escreva nos comentários o nome do programa que iremos procurar por algum equivalente ou, se possível a portabilidade para Manjaro, entraremos em contato com desenvolvedores.

Por favor, não deixe de compartilhar nas redes sociais as publicações deste blog, pois nosso incentivo para produzir um conteúdo bacana é saber que estamos ajudando pessoas a conhecer cada vez mais as funcionalidades dessa maravilhosa distro Linux.

Veja também

Acompanhe o blog

comments powered by Disqus