Flávio Costa
Flávio Costa
Não menospreze o dever que a consciência te impõe
Sep 1, 2021 Sep 1, 2021 4 min de leitura

Remover pacotes órfãos

thumbnail for this post

Ao utilizar o sistema, com o tempo o usuário vai instalar e desinstalar vários programas e suas dependências. Dependendo como o usuário desinstalar esses programas, as suas dependências vão continuar no sistema, aumentando o tamanho das próximas atualizações e consequentemente, espaço em disco.

Para ajudar na dúvida sobre se é necessário ou não desinstalar os pacotes órfãos, vou mostrar alguns passos que garantem que essa remoção não cause problemas para o usuário. A primeira dica é configurar o Pamac para que ele remova dependências desnecessárias. Isso já vai evitar que você possua pacotes órfãos ao desinstalar qualquer pacote (se utilizar o Pamac para isso).

A segunda dica é a de utilizar sempre as ferramentas padrão do sistema. Caso vá instalar um driver ou kernel, verifique as ferramentas do Manjaro apropriadas para isso. Evite instalar esse tipo de pacote utilizando os comandos do Pamac ou Pacman pelo terminal. Dito isso, se você for o tipo de usuário que foi convencido que utilizar um helper (yay, trizen, pacaur) é melhor no Manjaro, procure saber como esse helper funciona, e lembre-se de relatar que você não utiliza as ferramentas padrões quando o sistema quebrar.

A terceira dica é sobre a classificação dos espelhos (mirrors) e atualização do banco de dados. Muitos usuários tem diversos problemas por não fazer esse passo simples, principalmente antes de uma atualização. Para ver o status dos espelhos do Manjaro, clique aqui, e para o status dos espelhos do repositório do blog, clique aqui.

Classificando os 5 melhores espelhos do Manajro.

sudo pacman-mirrors -f5

Classificando os espelhos do repositório do blog.

sudo manjariando-mirrors -g

Atualizando a base de dados dos repositórios.

pamac update --force-refresh --no-aur

Os comandos acima devem ser utilizados sempre antes de uma atualização ou remoção de pacotes órfãos. Isso evitará que você tenha muitos problemas. O comando referente ao repositório do blog só deve ser utilizado se você adicionou o repositório ao sistema, e se já fez a atualização necessária após adicionar o repositório.

Vou listar alguns pontos que podem fazer um pacote se tornar órfão: se você souber de algum que não está na lista, nos informe através dos comentários.

  1. O órfão foi instalado por ser necessário ao compilar um pacote da AUR.
  2. O órfão era dependência de outro pacote que você desinstalou.
  3. O órfão era dependência de outro pacote, mas após uma atualização desse outro pacote, esse pacote não é mais necessário, tornando-se órfão.
  4. O órfão é necessário para que outro pacote funcione corretamente, mas o órfão não está listado como dependência para esse outro pacote. Por essa razão o sistema entende que ele não é necessário (informe a equipe responsável pelo pacote).

Se o usuário classificar os espelhos e atualizar o banco de dados antes, a remoção de um órfão diminui bastante as chances de ocasionar algum problema. Mas como citado antes, existem alguns pontos que devem ser checados para que algum programa não pare de funcionar.

Removendo os Orfãos #

Com o Pamac aberto, selecione a aba Instalados, depois, na barra lateral esquerda, a aba órfãos.

Aqui você poderá verificar todos os pacotes que estão marcados como órfãos, caso exista algum que você não queira que seja removido, marque o mesmo como “instalado explicitamente”.

Depois de checar e saber que todos podem ser removidos, marque a opção Remover todos e clique em Aplicar.

Em alguns casos, pode ser necessário fazer esse procedimento mais de uma vez, já que ao fazer a primeira, pode surgir novos pacotes órfãos. Em 90% dos casos (essa estatística é minha), não há problemas, mas é bom sempre conferir os pacotes que serão removidos.


Assim como fizemos pela forma gráfica, devemos checar os pacotes que estão marcados como órfãos. Para isso, utilize o comando no terminal e digite N caso queira cancelar.

pamac remove -o
Remover orfãos pelo terminal

Remover orfãos pelo terminal


Como podem ver, é uma tarefa simples e evita muita dor de cabeça, desde a remoção dos órfãos e principalmente quando estivermos falando de atualizar o sistema. Essas informações são fáceis de serem encontradas, podem não estar mastigadas igual aqui, mas são simples de se encontrar.

Espero que o artigo ajude você ter ao menos uma base sobre o assunto, qualquer duvida ou sugestão, informe nos comentários ou entre em contato com o blog.


Caso algum programa que você goste ainda não tenha uma versão para Manjaro, por favor, escreva nos comentários o nome do programa que iremos procurar por algum equivalente ou, se possível a portabilidade para Manjaro, entraremos em contato com desenvolvedores.

Por favor, não deixe de compartilhar nas redes sociais as publicações deste blog, pois nosso incentivo para produzir um conteúdo bacana é saber que estamos ajudando pessoas a conhecer cada vez mais as funcionalidades dessa maravilhosa distro Linux.

Veja também

Acompanhe o blog

comments powered by Disqus